O que deve ser levado em conta ao abrir um centro de estética?

O mercado de estética é um dos que mais cresce no Brasil, tornando a abertura de centros de estética algo vantajoso. Neste post você terá dicas de como abrir o seu centro de estética. Todas as informações foram retiradas do portal SEBRAE.
Para abrir o seu próprio negócio, algumas questões devem ser levadas em conta, como por exemplo: a estrutura, localização, funcionários, termos legais, entre outros. O setor em que a empresa encontra-se no mercado influencia diretamente nesses tópicos, pois cada setor possui suas particularidades. A seguir serão listadas e descritas algumas ações que são indispensáveis e devem ser realizadas no planejamento e execução da abertura de um centro de estética.

1. Termos legais: Para legalizar a empresa e registrá-la você deve ficar atento a alguns procedimentos. Vale ressaltar a necessidade de contratação de um contador para auxiliá-lo nessas questões. Deve-se fazer o registro na Junta Comercial; na Secretaria da Receita Federal (CNPJ); na Secretaria Estadual da Fazenda; na Prefeitura do Município para obter o alvará de funcionamento e o enquadramento na Entidade Sindical Patronal. Além disso você deve fazer o cadastramento junto à Caixa Econômica Federal no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS” e Corpo de Bombeiros Militar. Você deve ainda, ter a obtenção do alvará de licença sanitária e preparar e enviar o requerimento ao Chefe do DFA/SIV do seu Estado, solicitando a vistoria das instalações e equipamentos.

2. Estrutura: Com relação a estrutura, depende muito dos serviços que serão oferecidos no seu centro de estética. Porém, existem alguns espaços essenciais que devem fazer parte do seu planejamento, como salas de atendimento; banheiros ;recepção; sala de espera e estacionamento (diferencial);

3. Localização: Esse é um ponto importante no seu planejamento, pois é um fator que os consumidores levam em conta no momento de optar por um estabelecimento ou outro. Você deve pensar no fluxo de pessoas e veículos desta localização; nas condições de acesso e locomoção, como a distância para pontos de ônibus ; na facilidade de estacionamento; na limpeza da rua ou galeria; local para carga e descarga etc.

4. Funcionários: Assim como a estrutura, o número e a especialização dos funcionários também dependem dos serviços que serão oferecidos pelo seu centro de estética. Mas normalmente o quadro de funcionários corresponde ao proprietário; auxiliar administrativo; esteticista ou tecnólogo em estética.

Para saber mais informações, acesse o portal SEBRAE pelo link http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/como-montar-um-centro-de-estetica,49187a51b9105410VgnVCM1000003b74010aRCRD .